quarta-feira, 20 de outubro de 2010

SEXO ANTES DO CASAMENTO — POR QUE NÃO?


 O impulso e a faculdade sexuais costumam despertar e aumentar durante a adolescência. Assim, no decorrer da história, muitos dos jovens têm tido relações sexuais antes do casamento. (Gênesis 34:1-4) Mas, nos últimos anos, o sexo pré-marital tem-se tornado cada vez mais comum. Em alguns lugares é quase que a regra geral. Por quê?

 Um motivo do aumento do sexo pré-marital tem que ver com a publicidade dada ao sexo nos filmes e nas novelas populares. Muitos jovens ficam curiosos, querem ‘saber como é’. Isto, por sua vez, cria pressões entre os da mesma idade e influencia outros a se ajustarem. Visto que o sexo antes do casamento e o sexo sem casamento se tornaram amplamente difundidos, muitos clérigos dizem agora que é permissível, desde que ambas as partes ‘se amem’. São cada vez mais os solteiros que se vêem confrontados com a questão: ‘Por que não manter relações sexuais, especialmente se usarmos o controle da natalidade?’

 O colunista médico Dr. Saul Kapel alistou outros motivos para o sexo pré-marital, e fez as seguintes observações sobre os efeitos:

‘Abusa-se do sexo como meio de rebelião contra os pais. Abusa-se dele para chamar atenção, como uma espécie de “pedido de socorro”. Abusa-se dele como meio de “provar” a masculinidade ou a feminilidade. Abusa-se dele como muleta social, na tentativa vã de obter aceitação.

‘Quando se abusa assim do sexo, ele nunca resolve os problemas que o motivam. Usualmente apenas os obscurece.’

 Não importa quais os motivos para o sexo pré-marital, não importa quão comum seja, não importa quantos conselheiros e clérigos o aprovem, a Bíblia aconselha:

“Isto é o que Deus quer, . . . que vos abstenhais de fornicação; . . . que ninguém vá ao ponto de prejudicar e de usurpar os direitos de” outro. — 1 Tessalonicenses 4:3-6.

Alguns talvez achem que Deus é nisso desnecessariamente restritivo. Mas, não se esqueça de que o próprio sexo é uma dádiva de  Deus; foi Ele quem criou os humanos com a faculdade da procriação. (Gênesis 1:28) Não é lógico que o Autor do sexualismo humano possa dar o melhor conselho sobre ele, conselho que realmente possa proteger-nos contra o dano?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário